Amador ...que ou o que ama ...que ou quem se dedica a uma arte ou um ofício por gosto ou curiosidade, não profissional ...que ou aquele que ainda não domina a actividade a que se dedicou, revelando-se inábil, incompetente
Sexta-feira, 20 de Maio de 2005
Feijoa
feijoa.jpg Como parece estar na moda as pétalas comestíveis, aqui estão para mim as pétalas mais saborosas, as da feijoa (Acca sellowiana syn. Feijoa sellowiana, Berg), família das mirtaceas, também conhecida por goiaba serrana ou goiaba abacaxi. Deve o nome a um naturalista, João da Silva Feijó (1760-1824) que a descobriu no Sul do Brasil. Segundo nos informa Pio Correia, a goiaba serrana é uma espécie duplamente útil ao homem. Em primeiro lugar, diz o autor, referindo-se à planta como um todo, "pela elegância do porte, persistência da vistosa folhagem e beleza das flores". De facto, quem vê a árvore da feijoa em floração, na primavera, não pode deixar de admirar as flores de pétalas brancas por cima e arroxeadas pelo lado interno, contrastando com os estames de cor púrpura. Tais pétalas carnudas, além de belas, são comestíveis. Para Pio Correia, as pétalas da flor de feijoa - gulodice de crianças - possuem um agradável suco adocicado, divertido de se mastigar. As folhas da feijoeira são também muito bonitas e ornamentais: pequenas e estreitas, são verde-escuras na parte superior e prateadas na parte inferior. A segunda grande utilidade dessa planta, para Pio Correia, residiria na "excelência de seus frutos, cuja polpa espessa, aquosa, é muito aromática, abundante e saborosa". Seu sabor, próximo do sabor da goiaba comum, é considerado por alguns como uma mistura dos sabores da banana, do morango e, especialmente, do abacaxi, explicando-se, por esse motivo, outro de seus nomes vulgares: goiaba abacaxi. Esta é uma planta que consigo que floresça mas que acaba por nunca frutificar, continuo sem perceber o processo de polinização. As referências que li, falam que são os pássaros que as comem que polinizam a planta, e os pássaros portugueses ainda não descobriram o sabor das pétalas. Outra referência diz ser necessário duas espécies diferentes para existir a polinização, o que estou a tentar. (copyright da imagem: http://www.boga.ruhr-uni-bochum.de)

Famílias:

publicado por Filipe às 11:56
link do post | comentar | favorito

52 comentários:
De sandrina.espiridiao a 24 de Outubro de 2008 às 19:21
a minha mãe tem uma arvore dessas que todos os anos carrega de fruta, dessas frutas nascem sempre pelo menos uma vintena de pequenas árvores que oferecemos a amigos. eu tenho duas no meu quintal, já têm um metro de altura, já dão flor, já deram pequenos frutos , mas até agora ainda nenhum vingou.
esta árvore gosta muito de água, as minhas são pouco regadas.
as minhas filhas adoram as pétalas e todos os anos tentamos apanhá-las sem danificar as flores para podermos ter muita fruta.
as mulheres gostam muito da fruta, os homens nem por isso.


De Antonio Santos a 14 de Outubro de 2010 às 20:01
Boa noite
Ando á procura de uma ou duas arvores de feijoa e ainda não consegui encontrar, como diz que a sua Mãe todos os anos tem umas vinte, queria perguntar se me pode vender 1/2 árvores.
Agradeço o favor de me informar para o meu mail.
Obrigado


De sandrina espiridião a 15 de Outubro de 2010 às 00:11
olá
neste momento não posso dizer se a minha mãe tem alguma planta pequena, mas vou perguntar-lhe e assim que souber digo-lhe.

Boa noite


De Isabel a 12 de Março de 2012 às 12:55
olá, acabei de comprar uma árvore destas, gostava de saber se ela é igual ou mais sensível à geada do que as tangerineiras e se precisa de ser enxertada.


De sandrina a 13 de Março de 2012 às 20:32
olá, eu tenho duas árvores pequenas no meu quintal , estão num sítio que não é muito abrigado e aguentaram muito melhor a geada do que as tangerineiras que se queimaram bastante. quanto à enxertia....que eu saiba não precisam, as minhas nasceram das sementes das frutas das árvores da minha mãe e dão fruta, não tanta como as árvores da minha mãe, mas é porque não são tão regadas. Outra coisa interessante é que as frutas das minhas árvores amadurecem quase dois meses depois do habitual.
boa sorte


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28


posts recentes

Papoila da califórnia

Couve rábano

Brincos de princesa

Amoreira branca

Remodulação

Alteração

Linaria Ricardoi

Goiaba

Zambujeiro

Camarinhas

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Famílias

agavaceae

annonaceae

bombaceae

cruciferae

empetraceae

moraceae

myrtaceae

oleaceae

onagraceae

papaveraceae

rhamnaceae

rosaceae

rutaceae

scrophulariacea

solanaceae

umbeliferae

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds