Amador ...que ou o que ama ...que ou quem se dedica a uma arte ou um ofício por gosto ou curiosidade, não profissional ...que ou aquele que ainda não domina a actividade a que se dedicou, revelando-se inábil, incompetente
Quarta-feira, 23 de Março de 2005
Tentativa de um conto - Parte 1
Era uma vez uma árvore, nascida entre ervas altas. Como todas as árvores teve uma primeira idade de observação e contemplação. Este ritual inseria-se num saber milenar que ditava que antes de comunicar se deve apreender, inserindo-se no meio, mesmo fixa num ponto, existe todo um universo em que a linha do horizonte se fecha numa circunferência: Existia também uma outra razão, era necessário processar toda a carga genética herdada e através dela dialogar com os antepassados numa aprendizagem única transportada desde a criação da espécie.
Assim a árvore só estava pronta a comunicar num estágio em que a sua formação física se encontra praticamente definida.
E chegou o dia, perto dela encontrava-se outra árvore com porte em todo semelhante, mas que ao mesmo tempo lhe parecia completamente desconhecida, numa primeira fase pensou tratar-se duma irmã, mas já tinha chegado à conclusão que não o era.
- Olá
- Finalmente, estava ansiosa por conversar.
Realmente não havia mais nenhuma árvore por perto, somente um velho tronco com umas folhas muito débeis a assinalar o seu fim, mas ansiosa? O que seria ansiosa?
- Pareceremos quase irmãs, mas ao mesmo tempo pareces-me estranha, donde vens?
- Não somos irmãs, tu és e uma espécie antiquada, gasta ao longo dos séculos, multiplicada por pássaros e borboletas. Eu não, sou uma nova espécie, nasci das mãos do homem, alterou-me o código genético para resistir à colonização desses insectos desprezíveis que se amontoam em cima nós. Sou o que se chama um produto de alta tecnologia concebido e criado para que o meu criador disponha do tempo a seu favor e eu resista sem mais cuidados seus…


publicado por Filipe às 21:36
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28


posts recentes

Papoila da califórnia

Couve rábano

Brincos de princesa

Amoreira branca

Remodulação

Alteração

Linaria Ricardoi

Goiaba

Zambujeiro

Camarinhas

arquivos

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Famílias

agavaceae

annonaceae

bombaceae

cruciferae

empetraceae

moraceae

myrtaceae

oleaceae

onagraceae

papaveraceae

rhamnaceae

rosaceae

rutaceae

scrophulariacea

solanaceae

umbeliferae

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds